Ele não come, obrigada!

doces_nc3a3o20minutos

Imagem: semdorsemgloria.wordpress.com

Já passei alguns “perrengues” com gente pitaqueira sobre a alimentação do Biel. Já escutei de tudo um pouco, que sou malvada, que não deixo ele ser feliz, que criança tem que comer doce…Já escutei muito… Na verdade escutar pitaco faz parte do pacote “ter filhos” eu já percebi que dou alguns pitacos (tenho me controlado)… A gente fala sem perceber, a gente ouve de gente que quer ajudar, gente que se acha superior, sei lá mas a gente ouve ( e depois  fala também). Mas, voltando ao tema alimentação infantil, passei por duas situações bem engraçadas que me deram a ideia de escrever essa postagem. De perguntar para outras mães como elas “se viram” em determinadas situações em que precisam reagir rápido em relação as intenções e ações de terceiros em relação aos seus filhos.

Culturalmente se dá doce para agradar. Chocolates são presentes, em festas temos um zilhão de doces e na mente de 90% das pessoas (do Brasil pelo menos) as crianças podem receber doces e guloseimas sem se perguntar para os pais antes. É comum um adulto querer agradar uma criança com um doce, ou pirulito, ou balinha, chocolate… Quando temos bebês, fica mais fácil de evitar que eles sejam “entupidos” de algo com muito açúcar mas à medida que eles vão crescendo vai ficando mais difícil, as pessoas entregam na mão e acham mesmo que eles tem “carta branca” para “presentear” com um docinho.

Eu passei por duas situações bem engraçadas recentemente. Outro dia um simpático senhor do meu prédio, veio caminhando lentamente em nossa direção. Ele deve ter mais de 90 anos, é um velhinho simpático típico, cabelinhos brancos, óculos, carinha bondosa, chegou perto da gente com a mão no bolso, brincou com o Biel e “sacou” uma bala que foi entregando para ele. Biel nunca comeu bala. Nunca mesmo. Não sabe o que é. Nesses 5 segundos em que ele ofereceu a bala, eu gelei e tentei pensar no que fazer. Não queria ser indelicada e nem argumentar com um senhor de 90 anos sobre a alimentação do Biel. Para minha imensa sorte ( e alívio) Biel não quis a bala e eu disse que ele não gostava. O Senhor entendeu e saiu feliz. E eu mais ainda… Minha outra “aventura” foi na feira. Fomos a barraca comprar castanhas e como vende vários produtos no quilo, tem confetes, jujubas e aquele monte de coisa colorida que chama atenção de criança. Biel apontou para a jujuba e disse que queria. Eu disse “não filho, vamos comprar castanha”. Nesse momento um homem do meu lado disse:” Eu compro pra ele, o que ele quer”! Eu respondi: “Obrigada, não é pelo dinheiro, é porque ele não come!”. Nesse momento o mundo dele caiu: “Como assim ele não come? Moça, criança precisa comer doce para ter energia, vou comprar pra ele”!. Eu respondi: “Obrigada, ele tem energia de sobra sem comer doce.Vamos comprar castanhas, ele não vai comer”! A pessoa ainda insistiu:”Eu vou comprar pra ele sim! Deixa o menino comer!” Eu respondi: ” Moço muito obrigada, ele não come e não vai comer. Não precisa de doces, eu te agradeço mas não vou aceitar!” Bom, ele ainda argumentou, me xingou e saiu reclamando que só queria me ajudar. Eu no fim das conta ri da situação mas pensei: Como as pessoas se metem né?

Contando toda minha aventura, perguntei no instagram do 20 minutos (Conhece a gente? Clique aqui) Qual a situação mais complicada que as mamães tinham passado sobre a alimentação infantil e como fizeram pra sair dela… Tivemos várias respostas bacanas vamos lá?

A Gabriella Barretos mostrou que infelizmente as pessoas não têm noção de como amamentar prolongadamente é importante!: “ Bom não é bem uma “alimentação” mas foi em relação ao peito. Estava numa festa ai uma amiga que não via ha um tempo me perguntou: nossa que linda! Quantos anos ela tem? Ai eu disse que ela iria fazer um ano, depois a isa (minha filha) veio e me pediu “mamar”(ela fala mamar mesmo rs) dai essa menina se voltou pra mim e disse: “Nossa! Ja vai fazer um ano e ainda mama? Não não, vish” e tipo com aquela cara de estava cometendo algum pecado! Aquilo pra mim foi um caos, sai até de perto porque veio uma vontade de dar uma voadora .-. Enquanto minha filha quiser o peito dela continuarei dando até não tiver mais rs”

A Lucinda veio nos dizer que na família tudo pode ser mais complicado:“Isso realmente é bem difícil, pois esse final de semana a tia do meu esposo foi dar doce pro meu filho e eu disse que não pois ele só tem 11 meses e nunca dei doces. Sabe o que ela me disse ? Se vc morrer vai pro inverno, onde já se viu deixar ele passar vontade… Ele não precisa de açúcar até os 2 anos, só que as pessoas não respeitam nosso jeito de criar nossos filhos

A Narciéli ainda alertou para o risco que se corre em dar algo sem perguntar antes, olha só: ” Bom, meu filho de 2 anos é celíaco. E sempre quando eu digo sempre é sempre mesmo tem uns senhores ou senhoras “simpáticos” que oferecem biscoitos, balas, pirulitos,salgadinhos. Mas como ele tem restrição ao glúten ele já sabe se sair muito bem nessas situações. Por incrível que pareça ele fala que ele não pode comer porque DOI a barriga dele!!! ❤”

A Fabi do @maesdepoisdos30 é mais decidida: “ Gentilmente falo para pessoa que meu filho ainda não come tal coisa. E para minha sorte Pedro faz cara feia para doces!”

A Andrea do @coisasdalara disse uma coisa muito importante, você está preparado para o “mundo exterior”?: ” Até ir pra escola aos 4 Lara nunca comeu doces, reflrigerante, salsicha, iogurte…. Na escola, as crianças trocam lanche, daí já era… Um dia, chegou e falou que queria comer pastel, que a amiga levou de lanche e não deu pra ela. Levei Lara na feira e comprei um pastel…. Mordeu e cuspiu, pra minha alegria… Mas, na escola, os filhos estão à sós…”

A Terezinha do @bolhinhasdesabaoparamaria se chateia e com  razão: ” Ari! Sabe o que me chateia? Os pirulitos que vem em loja de brinquedos e calçados. Cuspo fogo rs. Hoje Maria conhece bala e gosta, mas aqui em casa não compramos.Sempre pedi escondida pra não colocar o pirulito, mas vez ou eles ofereciam de cara. E se a criança for diabética? Toda vez que compro um presente de aniversário, também peço pra não colocar. Agora um fato.Nunca demos refrigerante pra Maria, ela não conhece o gosto. Mas qdo tinha uns 3 Aninhos, em uma festa de aniversário na escola, uma mãe serviu para ela. Ela disse que provou cerveja, devia ser guaraná rs. E não gostou. Hoje ela sabe que não é bom pra saúde, mas até um ou dois anos atrás, levava feliz da vida o suquinho dela na bolsa para as festas de aniversário infantil. 🌝 Ponto final rs”

A Taty sofre em casa com conceitos antigos: ” Meu caso é ainda mais simples… pelo menos uma vez na semana eu brigo com minha mãe porque ela acha que eu tenho que dar fórmula pro meu filho, que tem 3 meses e meio, e mama exclusivamente no peito, em livre demanda!”

A Bia do @eubemqueteavisei veio contar sua experiência: “Ari, é coincidência, mas isto aconteceu hoje no elevador, porque outra criança estava comendo bala e o pai naquele achar que devia oferecer para não ficar com vontade, o fez. Melissa relutou em pegar, mas pegou e agradeceu. Descemos e ela disse: é coisa só de adultos né? E me deu. Educação é o que nos permite atitudes destas dos nossos filhos”

A Bia do @curiosidadesdemae não deixa de falar!: “Ai Ari eu não consigo guardar nada, acabo falando com jeitinho. Agora ele está maiorzinho, mas quando bebê, dizia com jeito que ele ainda não comia doces.”

A Flavia do @mamaedeuma dá um exemplo bem bacana de como a as pessoas não estão “acostumadas” com uma alimentação saudável para as crianças: “Trabalho na escola que minha pequena estuda. Via as expressões das professoras e outras funcionárias com alimentação de Clarice. Sempre me perguntavam com espanto: nossa, ela come isso? Vc não dá comida normal? Hj já se acostumaram… rs, mas sempre vão olhar a marmitinha para ver o que mandei.”

A Mara do @soumaedemeninos aceitava mas não dava! ” Eu até aceitava, por educação .. Mas não dava para meus filhos não.”

A Cris do @prosademae já está bem esperta! “A gente sai correndo dos velhinhos bondosos kkkkkk”

Agradeço demais a interação com todas as participantes! Obrigada por enriquecerem!

Essa postagem foi um momento de troca, de interação! Foi pra te ajudar a sair das “saias justas” do dia a dia. Me conta uma coisa, como você faz aí? Vem aqui “trocar uma ideia” com a gente!

Ah e compartilha para todas as pessoas entenderem que não se pode oferecer algo para as crianças sem perguntar aos pais antes!!!

Anúncios

6 comentários sobre “Ele não come, obrigada!

  1. Camila Simões disse:

    Que legal Ari, adorei o texto, realmente ouvimos sempre essa de “doce para dar energia” como se eles precisassem rss. Sofro isso com meu avô, bisavô do Miguel, é demais a quantidade de doces que ele dá para o Miguel, e como ele é indomável eu diminui os dias de visitas na semana. Fiquei com dó, mais já até discuti com ele, e ele dá escondido. Pra não ficar brigando com meu avô, pela idade e respeito, melhor diminuir as visitas mesmo.

    Um beijo, adorando o blog.

    Curtido por 1 pessoa

    • 20minutrospratudo disse:

      Oi Camila que bom que gostou!!! É difícil pois é cultural mas temos que “lutar” né? Ainda mais com família e com os velhinhos simpáticos, que para eles, não é que fazem por mal, mas é mais difícil entenderem! Obrigada por vir, volte sempre e compartilhe! Abraços!!!

      Curtir

  2. Cris Philene disse:

    Amiga, mais energia para os pequenos, pra quê?
    Eu sofro tb e Joseph gosta, claro, mas evito o máximo e deixo para os momentos de festinhas, durante a semana não. Minha cunhada tinha a mania de comprar balas e levar um saquinho para o Joseph quando vinha nos visitar, eu brigava… poxa… a gente se esforça, dizendo não, explicando e as pessoas de fora vem estragar tudo… complicado viu!
    Por isso eu corro mesmo desse povo kkk
    bjs

    Curtido por 1 pessoa

Conte aqui o que você achou do texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s