Mãe que fez! Festinha sem doces

Oi gente! estou começando mais uma coluna no Blog! Essa ideia aconteceu pois uma querida leitora me sugeriu um tema. Algo que ela fez e deu certo! Aí resolvi criar o Mãe que Fez, contando coisas diferentes e que deram certo para quem fez e portanto pode dar certo para outras mamães.

Hoje vamos falar da Fernanda Mendes que fez uma festinha de aniversário para o Lindo do Miguel, sem docinhos. Isto mesmo! Sem docinhos! Deu muito certo, foi tudo lindo e acho que cada vez mais estamos nos conscientizando que doce não é algo obrigatório para as crianças (graças a Deus)!

Vamos contar um pouquinho da História da Fernanda e depois mostrar a festinha!


Fê, fale um pouco de você e de sua Família:

Fernanda: Me chamo Fernanda Mendes,tenho 34 anos e atualmente sou dona de casa,cuido especificamente da minha família. Há 2 anos e 1 mês,fomos abençoados com maior e presente de Deus pras nossas vidas,nosso filho Miguel.Miguel veio para coroar nossa relação.Quando ele chegou logo pensei que o ensinaria tudo o que sei… Mas eu estava redondamente enganada… É ele que me ensina todos os dias uma coisa nova,como ser uma pessoa melhor e mais humana…Que um dia sempre pode ser melhor que o outro,que amanhã,temos a oportunidade de fazer tudo diferente,e que podemos ser pessoas melhores e mais felizes.Sem duvida,nosso filho é nosso amor maior.

Por que você se preocupa e não dar doces para seu filho?

Fernanda:Desde que engravidei,acredito que como todas as mamães,já me preocupava em dar bons exemplos pro nosso pequeno. Alimentação era uma das minhas preocupações.Foi então que dentre outras decisões,resolvi que iria esperar ao máximo para introduzir uso do açúcar na vida do Miguel.Li muito sobre o assunto e tirei minhas próprias conclusões: a necessidade de comer açúcar(alimentos doces)é do adulto. O bebê esta provando tudo.Ele não sabe,por exemplo,que um suco de maracujá tem que ser adoçado.Sério! Ele vai aprender,o que mostramos a eles. Ele também não sabe que a banana pode ficar melhor com açúcar,ou não! A necessidade é nossa,não do bebê.Acontece que,por natureza,o bebê já vem gostando de doce de fábrica (risos).Se oferecermos açúcar,iogurte adoçado,chocolate,pirulito, geralmente você verá um bebê que vai comer e se lambuzar.A lactose do leite materno é levemente adocicada. Por isto,no meu entendimento,este não é um dos paladares que nós,mães,devemos ensinar ao nosso filho. Esse ele já gosta. Agora é hora de introduzir o azedo,amargo,salgado,etc…Creio,que quanto mais oferecermos os alimentos adoçados artificialmente,mais o bebê vai querer só alimentos adoçados. Assim fica mais difícil introduzir os outros sabores. Deixo claro que é normal e esperado querer dar doce ao bebê. Ou outras pessoas quererem. Nada de culpa! Minha decisão não foi fácil,mas o motivo é nobre. Não,seu filho não irá morrer se comer açúcar. Ele pode comer um dia,e no outro dia estar bem(ou não). Além do açúcar mascarar o sabor natural dos alimentos, além de dar cárie, além de predispor o bebê a doenças os motivos são muitos… Mas tudo tem seu tempo né?? Logo ele vai comer o tão esperado doce.  Mas quando comer, já irá conhecer e gostar de muitos outros sabores, e ai poderá comer um pedaço apenas e dizer: ‘Que delícia!Obrigado! Estou satisfeito!” E eu ficarei com a sensação de dever cumprido.

 Você encontra muita resistência das pessoas quanto a dieta que você escolheu?

Fernanda: Não é  fácil, fazer com que os familiares e amigos entendam esta minha decisão. Diariamente encontro dificuldades. A maior delas,é que sempre aparece alguém para oferecer refrigerantes,e doces. E na maioria das vezes ficam horrorizados quando digo que Miguel ainda não experimentou refrigerante e não acho que seja a hora. Sou sim muito criticada por esta postura. Me dizem ser bobeira da minha parte. Explico meu ponto de vista e pronto.

Como você pensou em fazer uma festa sem doces?

Fernanda:Quando comemoramos o primeiro aninho do Miguel, fizemos uma festa tradicional e adivinhem: muitos dos convidados vieram me dizer que estavam boquiabertos com o fato do Miguel não ter dado a mínima para a mesa de doces! Diziam que normalmente as crianças se deliciam com os doces na festa de 1 aninho. Como ele não conhecia doce, nem ligou para esta mesa .E ai veio o aniversário de 2 aninhos,onde decidimos fazer um Piquenique. E decidir, que não teria doces foi muito natural. Confesso que quando recebemos o cardápio a opção de doces era o cupcake e eu achei que seria interessante oferecer frutas para as crianças, uma vez que escolhi fazer o aniversário no período da manhã e neste horário normalmente elas comem frutas.

Como foi o cardápio da festinha?

Fernanda: Deixo claro que não sou uma ‘radical contra o açúcar’, só que, por aqui, ainda não chegou a hora dela…No cardápio da festa teve: bolo Naked Cake que ele ganhou de uma prima e uma tia, pães de queijo, misto frio,  sanduíches de  pão de  batata, potinhos com salada de frutas, água e sucos.

Como foi a aceitação dos convidados?

Fernanda:  Surpreendentemente fui elogiada por todos os convidados quanto aos comes e bebes. Ninguém questionou a falta do refrigerante por exemplo.(Isto me surpreendeu). Afinal era uma festa infantil e os pequenos não precisavam do tal ‘refri’.

O que você sentiu ao mudar o conceito festa = guloseimas?

 Fernanda: Fiquei muito satisfeita quando vi todos se divertindo e comendo bem. Esta era a idéia! Sei que muitos ali, digo sobre as crianças, estão acostumados com açúcar, mas também percebi que ficam bem sem ela, e todos comeram de tudo. Foi uma manhã agradabilíssima.

A próxima festinha vai ser assim?

Fernanda:  Quanto a próxima festinha ser ou não assim,creio que será! Foi tão agradável vê-los brincando, correndo, ouvindo historinhas, que ficou com gostinho de quero mais… Digo que se tivéssemos tido esta ideia do Piquenique quando Miguel fez 1 aninho tínhamos feito. Ainda vamos ter muitos Piqueniques…(risos)


Agora vamos as fotos do Piquenique do Miguel

picnicmiguel4.20minutospratudo

Família linda reunida!

PicNicMiguel.minutospratudo picnicmiguel.minutospratudo picnicmiguel.20minutospratudo

E você o que achou dessa super festinha sem doces?

Gostou da coluna? Fez algo que deu certo e quer compartilhar? Mande um email pra gente: 20minutospratudo@gmail.com

Se quiser saber mais opções de como servir frutas na festinha, tem esse link pra você!

Já pensou em servir frutas na festinha? 

Anúncios

19 comentários sobre “Mãe que fez! Festinha sem doces

  1. melissa disse:

    Bem legal a ideia do piquenique!! Bia só foi comer algum tipo de doce, depois dos dois anos!Posso garantir que pra ela não faria falta o doce na festinha…eu é que iria sofrer! rsrsrs adoro um doce!

    Curtir

  2. Jamilly Lima disse:

    Que bacana, super diferente. Ano passado na festa da escola do pequeno não fiz nada de guloseimas nas lembrancinhas. Aqui o doce é algo restrito, mas não proibido. Beijos

    Curtir

  3. Fernanda Mendes disse:

    Ahhhh! Vc é gracinha demais Ari.. Obrigada por me proporcionar este momento podendo falar um pouquinho deste momento delicioso que vivemos.
    Obrigada a todos que comentaram por terem gostado. Se precisarem de alguma informação podem me chamar im box.. Estou a disposição! Beijos..

    Curtir

  4. Jamille Moreira disse:

    Grande idéia mesmo, me lembro q na festa de um ano do Miguel eu coloquei um pirulito em sua mãozinha e ele apenas ficou segurando porque era colorido mas não levou a boca! Estarei lá no próximo piquenique!

    Curtir

  5. Anônimo disse:

    Com muito prazer,e satisfação deixo o meu comentário, pois tive o privilégio de estar presente no niver do Miguel,essa idéia genial e inovadora de piquenique!
    Foi tudo de um tremendo bom gosto,a decoração,todo o cardápio,etc…tudo muito gostoso!!!
    Docinhos,não fez falta alguma!
    Adorei tudo,e já esperando para o próximo piquenique do Miguel!!!Rs..
    Realmente deixou gostinho de quero mais.Rs

    Curtir

  6. Lilia Faria disse:

    Que ideia maravilhosa! Eu simplesmente amei, fiquei aqui pensando que o mais difícil dessa empreitada seria mesmo pensar “o que os convidados vão dizer?” porque querendo ou não você se preocupa com isso, mas fiquei feliz de ver que os seus convidados se conscientizaram e ninguém reclamou. Beijos

    Curtir

  7. Cris Philene disse:

    Adorei a festinha!
    E a entrevista. Quando decidimos que não vamos dar doces ou refrigerantes, os familiares e amigos custam a entender… tb acredito que por conta da nossa influência as crianças se apegam ao que comemos.
    Aqui demoramos muito a dar doce e refrigerante, mas, hoje em dia ele come com moderação.
    A festa ficou linda, bjs

    Curtir

Conte aqui o que você achou do texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s