Conselhos ou Pitacos – por Verônica Pataro

Hoje nossa coluna quinzenal! Verônica Pataro do Pipocas em Aquarela nos traz um texto ótimo sobre os famosos “pitacos” que todas as mães recebem!

Vamos conferir?
Conselhos ou Pitacos?

Sabe aquela brincadeirinha que muitas mães já devem ter ouvido por aí, que “Não basta ser mãe, tem que ouvir pitacos”, pois então, na verdade você não precisa nem ser mãe ainda para ouvi-los, basta a barriga começar a crescer para ouvir muitas coisas chatas por aí, da sogra, da vizinha, da amiga da vizinha, da cunhada. Se você não passou por isso considere-se uma pessoa de sorte.

Ai como é chato isso, mas é importante definir o que é o pitaco, quando aquela pessoa que não sabe de nada vem falar com você bobagens só para te colocar com medo, insegura ou mesmo só para te deixar triste, e tem aquelas pessoas que só querem passar as experiências que tiveram, sábios conselhos dados por quem te ama, esses você deve guardar e posteriormente analisar se é legal aplica-los ou não.

Às vezes você pode ouvir bobagens de pessoas que te quer bem, aí releve e deixe pra lá, a boa intensão é que conta.

Eu quando estava grávida ouvi muitas coisas ruins, que hoje vejo que não tinham nenhum fundamento, coisas do tipo, “você vai ver quando ela nascer”, “não vai dormir nunca mais”, “nunca terá sossego”, “não vai trabalhar mais”, “seu marido vai querer saber só dela e se esquecer de você”, quanta bobagem, falam como se ter filhos fosse a pior coisa do mundo, sendo que não existe nada melhor, e quando o filho nasce, “faz assim”, “tá errado”, “veste assim”, “coloca a fralda assim”, “dê banho agora”.  Quem aguenta, ficar ouvindo isso a todo tempo?

Se você está passando por isso agora, quero muito te dar um conselho, tape os ouvidos, a não ser para as pessoas que você tiver certeza que querem te acrescentar algo bom, valioso, as pessoas que te amam e que estão sempre ao seu lado, para os estranhos, vizinhos e a mulher que você encontrou na feira, tape os ouvidos, cuide do seu filho seguindo seu coração de mãe, fazendo o melhor na sua concepção, assim não se arrependerá de nada, pois fez o seu melhor.

Verônica Pataro, autora do Pipocas em Aquarela e Mãe da linda Iasmim http://www.pipocasemaquarela.com.br

Anúncios

Conte aqui o que você achou do texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s