Uma carta para o Biel

Há um tempo venho pensando em escrever uma carta para o Biel, para que ele leia quando for adulto, que explique para ele um pouco do que senti quando ele nasceu. Resolvi escrever aqui, pois nesse espaço, sempre expresso o que sinto. Espero que um dia ele leia e goste.

Filho, quero lhe dizer que quando te vi pela primeira vez, quando dei o primeiro beijo em você, foi como se uma imensa rajada de Luz iluminasse meu caminho. Eu vi tanta coisa naquele momento! Vi o caminho que tinha feito até então. Vi as dores que senti para ter você e vi que essas dores não eram sequer significativas diante da Luz que havia chegado agora. Você foi isso de cara, minha Luz! Comecei a ver de verdade as cores da vida quando você chegou.

Pude ver que minha vida tinha mudado, que eu me transformaria, me senti forte, valente, fraca e medrosa ao mesmo tempo. Como isso é possível? Explico melhor.

Me senti a mulher mais forte do mundo, pois sabia que conseguiria aguentar qualquer peso da vida por você. Me senti valente, pois vi que enfrentaria o pior bandido, pularia na frente de um trem, não teria medo de nada no mundo por você.

Me senti fraca, pois se algo te acontecesse, minhas pernas falhariam e eu não conseguiria me reerguer. Me senti medrosa, porque filho,mãe tem medo. Medo de tudo, medo de falhar, medo de errar, medo de não estar pra você, medo de você não ser feliz.

Você me faz querer ser uma pessoa melhor, me faz ser mais preocupada com as questões ecológicas (afinal o mundo agora também é seu), me faz ser mais caridosa, mais emotiva, mais chorona.

Você me faz entender de verdade seus avós. Me faz me arrepender de muitos erros com eles, me faz ver o quanto preciso ainda mais deles.

Você me faz amar mais o seu pai. Me faz entender o significado da palavra Família.

Você faz com que eu me torne uma multi mulher: sou médica, psicóloga, nutricionista,blogueira, cozinheira, faxineira, sou criança de novo, sou pedagoga, sou jogadora de futebol, piloto carrinhos, sou mecânica de brinquedos.

Com você entendo que não vou mais dormir uma noite inteira novamente tão cedo!

Depois de horas no trabalho de parto, depois de ter passado pelo parto, em sua primeira noite, eu não consegui dormir. Não queria nem piscar! Só queria ver você, decorar cada detalhe seu, conferir a cada dois segundos se você respirava (sim filho, toda mãe faz isso), acreditar que o que tinha acabado de acontecer não era um sonho, que você era sim uma parte de mim e parte da minha vida.

Filho, como tive e tenho medo de errar! Como tenho medo de não ser uma boa mãe para você! Eu queria que você soubesse que me esforço todos os dias para ser a mãe melhor que posso.

Filho, quero te dizer que chorei e choro muito, não só choro de dor, tenho muito choro de alegria.

Filho, quero dizer que nada na vida é fácil, mas que, nas coisas mais difíceis estão as maiores recompensas. Que ser mãe é a coisa mais difícil e a mais recompensadora do mundo!

Quero dizer que sempre estarei aqui por você e que não importa o tamanho que você tenha, você sempre vai caber no meu colo.

Eu quero que você saiba que você me faz Feliz!

Filho quero dizer que te amo!

Anúncios

2 comentários sobre “Uma carta para o Biel

Conte aqui o que você achou do texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s