20 coisas que você quer saber sobre papinhas

E eu sempre fico pensando nas dúvidas que tive para escrever sobre elas. E me lembrei das papinhas. Você está lá  há seis meses, amamentando seja leite materno ou fórmula, e fica empolgada sobre quando o bebê vai começar a comer. Conta os dias, acha lindo, e aí se pergunta, o que eu faço para ele comer? E você se esforça, pega receita, faz a papinha, põe a colher na boquinha e o que ele faz? Cospe tudo! Socorro!!!

Por isso, segue abaixo 20 coisas que você quer saber sobre esse momento!

  1. Papinhas doces, são papinhas de frutas, mas só porque são chamadas doces, não significa que você terá de adoçar. Geralmente são frutas amassadas, ou batidas. (banana amassada, mamão amassado, maçã raspada, ou purezinho de maçã, etc). O Interessante aqui é que a fruta seja preparada na hora para que os nutrientes não se percam;
  2. Papinhas salgadas, são as papinhas de legumes e carnes. Geralmente no início usamos legumes e o caldo da carne e aos poucos vamos colocando uma carninha desfiada. Para temperar essas papinhas o ideal é que se use o mínimo de sal, invista mais em temperos como alho, cebola, ervas;
  3. As frutas mais aceitas para começar as papinhas são: banana (melhor a prata), maçã, pera, mamão. São frutas básicas e menos alergênicas;
  4. Os legumes ideais para começar são: batata, beterraba, cenoura, mandioquinha (baroa ou batata salsa), chuchu, inhame, batata doce, abóbora, mandioca;
  5. O ideal é que não se bata  ou passe na peneira as papinhas. Faça bem cozida amassada com um garfo. Mas, se você ainda não se sente segura ou o pediatra recomendou de outra forma, faça as primeiras batidas e vá mudando a consistência aos poucos;
  6. Você pode congelar as papinhas, em recipientes de vidro, ou de plástico (desde que seja BPA free), por até 15 dias. Identifique o recipiente com a data e os ingredientes da papinha
  7. Depois de descongelada uma vez, ou a papinha que sobrar no potinho ou no pratinho não deve ser reaproveitada;
  8. Você não precisa dar a papinha gelada para o bebê, mas se está insegura quanto a temperatura, pode usar os pratinhos termossensíveis que mudam de cor se está quente demais para o bebe.
  9. No inicio, é legal começar a papinha com dois legumes, dar duas vezes seguidas, mudar um legume, dar dois dias seguidos, mudar o outro, e assim por diante, para que se o bebê for alérgico a algo, você saber o que é;
  10. Você pode guardar o caldo da carne congelado para acrescentar a água de cozimento dos legumes, além do gostinho, esse caldo é nutritivo;
  11. As melhores carnes para se começar são a bovina (músculo é bem nutritivo) e a de frango;
  12. Não é recomendado o uso de panela de pressão para cozimento pois em altas temperaturas se perde muitos nutrientes;
  13. Você pode cozinhar os legumes separados, congelar em potes pequenos e depois ir misturando e fazendo novos sabores de papinha;
  14. Você pode cozinhar os legumes em água fervente por 4 minutos, passar em água gelada e congelar, dessa forma eles não perdem suas características e você ganha tempo;
  15. Deixe o bebê pegar no alimento ou na colher se ele quiser. Quando ele sente a textura, cheiro, gosto, ele entende melhor o que é o alimento e come melhor;
  16. Cadeirinhas de alimentação são ótimas para este momento. Ele fica na posição correta, diminui o risco de engasgar e você também fica mais confortável;
  17.  É super normal que eles cuspam no início, é um reflexo deles, cuspir, fazer cara feia, não significa que não gostaram, só que é diferente, pode continuar insistindo, ele vai comer…
  18. Sim! Papinhas podem manchar… Se você não quer se desapegar daquela roupinha fofa, ou não quer passar horas esfregando, use um babador! Existem uns modelos de plástico que são ótimos, fáceis de limpar;
  19. Se você quiser sair e levar as papinhas, pode levar congeladas ou aquecidas em bolsa térmica confiável por até quatro horas
  20. Este é o momento de vocês, desligue o celular, a TV, coloque uma música ambiente e se divirta, você terá cenas inesquecíveis
Anúncios

2 comentários sobre “20 coisas que você quer saber sobre papinhas

  1. Bolhinhas de Sabão para Maria disse:

    Oi Ariane, primeiramente obrigada pela visita ao blog… Volte sempre que quiser, será um prazer.
    Quantas informações bacanas de se ver. Quanta mãe tem dúvida de como se faz uma papinha. Como congelar, que carne colocar..etc..
    Não conhecia o pratinho que muda com a temperatura.. Que bacana.. na época da Maria não conheci ou não tinha.
    Me lembro da primeira careta dela com a maça que foi o primeiro alimento depois de 6 meses unicamente com o peito. Imagina? rs… Nem agua tomava, apenas leite da mamãe.. Tenho registrado a caretinha..rs
    O pecado que tivemos quanto à Maria foi por medo e sermos marinheiros de primeira viagem, não deixá-la pegar melhor no alimento, não fazer sujeira.. Medo de engasgar, de sujar demais de fazer bagunça..

    Hoje vemos que é pura bobagem… que a criança tem sim que explorar o alimento com as mãos e boca…

    Adorei o texto, bem informativo… Beijos doces no coração!

    Tê ♥

    Curtido por 1 pessoa

Conte aqui o que você achou do texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s